A passagem dos alunos para o Ensino Médio é um momento marcante, pois sua visão e postura frente ao mundo também está em transformação. O sentido de responsabilidade com a sua própria vida e com as pessoas à sua volta tem agora um significado muito importante.

O Colégio Cavalieri, sabendo da importância que a escola tem no processo de transformação dos alunos, proporcionou algumas atividades com o objetivo de diminuir a ansiedade e as fantasias que acontecem nessa fase de transição. As atividades foram desenvolvidas propiciando momentos de reflexão a esses jovens, permitindo que os educadores que acompanham esse processo consigam ter uma abertura maior para interagir, preparando-os para essa importante transformação.

No dia 08/09/15 foi proporcionado um encontro com a Psicóloga e Orientadora Profissional, Carla Couto.

O tema trabalhado pontuou os dilemas que envolve o momento de transição do 9º ano para o 1º ano do Ensino Médio. Nesse período, as dúvidas e incertezas do educando aparecem, juntamente, com todas as transformações de ordem biológica, psicológica e social em que estão vivendo. Assim, é essencial que o aluno compreenda e viva esse processo com maturidade.

E no dia 17/11/15 promovemos o Dia de Vivência Salesiana (DVS).

O DVS tem como proposta permitir e estimular o protagonismo do educando, a fim de que ele tenha a oportunidade de refletir sobre sua capacidade de escolha e de comprometer-se nas relações interpessoais e de buscar o autoconhecimento. Além disso, busca trabalhar a solidariedade, o compromisso com a transformação social e a vivência de valores com base na proposta educativa salesiana.

Por fim, no dia 18/11/15 foi ministrada uma aula interdisciplinar.

Através da aula interdisciplinar com os professores Enderson (química) e Gabriel (física), os alunos puderam conhecer um pouco da dinâmica do Ensino Médio. Além da prática vivenciada, os alunos tiveram noções do Material Didático Digital (MDD), que utilizarão em 2016.

De fato, a transição é um momento natural e importante para a evolução dos educandos, mas só pode ser vivido de uma maneira tranquila se a escola, juntamente com a família, que são os núcleos formadores, funcionar como um espaço privilegiado de aprendizado e vivência, onde haja diálogo sobre essa nova etapa e acompanhamento desse processo.

Anexos